Como enfatizar um plano

Tempo de leitura: 2 minutos

Como enfatizar um plano

Aquarela e acrílica sobre papel de José Mianutti

Depois de escolher o motivo de sua pintura, você precisará definir que parte da composição será colocada maior ênfase: no primeiro plano, no intermediário ou no fundo. Se os três receberem o mesmo espaço e forem tratados da mesma maneira, o resultado será uma pintura desinteressante e confusa. Uma das maneiras de evitar que isso ocorra é eleger um dos planos como “responsável” principal pela apresentação do que você tem a dizer, deixando que os outros dois desempenhem um papel de apoio.

Existem quatro maneiras clássicas de dar maior ênfase a uma das áreas da pintura. A primeira delas é reservar para a área escolhida uma parte desproporcionalmente grande do espaço da pintura. A segunda é acentuar os contrastes tonais na área escolhida como principal, diminuindo-os nas outras duas (os impressionistas usavam frequentemente este recurso, para conduzir o olhar do espectador através do primeiro plano e do intermediário até um objeto distante).

Aquarela e acrílica sobre papel de José Mianutti

Outro recurso clássico é dar maior atenção aos detalhes na área de ênfase, atraindo desta forma os olhos do observador para esta parte da pintura. Esta regra pode ser aplicada mesmo no fundo, contanto que o primeiro plano e o intermediário fiquem convincentemente “fora de foco”.

Finalmente, você pode também pintar a parte dominante da pintura com cores mais fortes e intensas – numa paisagem de outono, por exemplo, você pode atrair a atenção para o plano intermediário concentrando nessa parte os vermelhos e alaranjados quentes, contrabalançados por sombras frias, apagadas, no primeiro plano.

Nos três últimos casos, a maneira pela qual a cena é iluminada tem grande influência na decisão sobre a melhor área para colocar ênfase.

Aquarela e acrílica sobre papel de José Mianutti

Por mais habilidade que você adquira em enfatizar uma parte da pintura, seus esforços serão inúteis se a ênfase não estiver de acordo com o espírito daquilo que você deseja transmitir. De maneira geral, a ênfase no primeiro plano ajuda a trazer o espectador para dentro da pintura; no plano intermediário, propicia um ponto de vista equilibrado; e uma pintura em que o fundo seja enfatizado sugerirá separação ou até isolamento. Deste modo, ao começar a definir a composição, leve em conta seus sentimentos e pergunte a si mesmo o que, em primeiro lugar, o atraiu para a cena, e então faça um arranjo adequado dos elementos.

Curso de Aquarela (Nível II): https://www.udemy.com/pintura-em-aquarela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *