Como melhorar seu desenho em 6 dias – Dia 1

Tempo de leitura: 9 minutos

Como melhorar seu desenho em 6 dias

Como melhorar seu desenho em 6 dias – Dia 1: O desenho é fundamental para qualquer forma de arte. Não importa se você se considera um pintor, gravador ou escultor, o desenho faz parte do processo. Portanto, todos podemos nos beneficiar com a melhoria de nossas habilidades de desenho. Acho que, na verdade, todos queremos melhorar – mesmo que já possuamos um alto nível de habilidade.

A questão do desenho é que alguns de nós ainda atribuem a noção de que é uma habilidade inata com a qual nascem poucos sortudos – o famoso “dom”. Acreditamos que há um certo nível de habilidade ao qual estamos limitados e, quando atingimos esse nível, não há mais espaço para melhorias. Damos desculpas por todos os motivos pelos quais não podemos desenhar melhor – acredite, acho que já ouvi todas elas.

Na verdade, desenhar é uma habilidade que requer apenas um pouco de conhecimento e, às vezes, muita prática. (Eu sei que muitos de vocês já me ouviram dizer isso várias vezes, mas vale a pena repetir.) Não há um limite para onde você pode usar suas habilidades.

O problema é que muitos de nós simplesmente não sabem “como” melhorar nossas habilidades. Podemos aceitar que desenhar é uma habilidade que pode ser aprendida, mas simplesmente não sabemos “como” aprendê-la.

Alguns de nós partem para o YouTube para nadar em um mar interminável de vídeos que nos ensinam um conceito ou demonstram a interpretação de um artista sobre um assunto. Essas pessoas podem pegar algo que pode ser aplicado ao seu próprio trabalho, mas muitas vezes ficam apenas motivadas sem nenhuma direção real.

A verdade é que a aprendizagem efetiva do desenho é algo sequencial. Se o desenho é aprendido sequencialmente, os conceitos se baseiam uns nos outros e parecem fazer um pouco mais de sentido. Se aprendermos conceitos em partes, sem uma ordem definida, será um pouco mais difícil entender como eles se encaixam.

Pense em uma de suas primeiras aulas de matemática. Aposto que você aprendeu o conceito de adição antes de aprender o conceito de subtração. Você pode imaginar o quão difícil teria sido entender a subtração se você tentasse aprendê-la antes de aprender a adição? Teria sido impossível! Você deve aprender a adição antes de ter a chance de entender a subtração.

Como melhorar seu desenho em 6 dias

Aprender a desenhar é o mesmo. Se os conceitos forem introduzidos sem uma sequência clara, melhorar o desenho pode parecer confuso e talvez inatingível.

Como aprender a desenhar é mais eficaz quando aprendido em sequência, faz sentido que praticar suas habilidades também deva ser sequencial.

Lembre-se da aula de matemática. Aposto que você passou bastante tempo praticando adição antes de começar a praticar subtração. Praticar é como os conceitos se tornam práticos.

Aprimorar e aperfeiçoar suas habilidades de desenho requer tempo, paciência e prática. Mas a boa notícia é que muitas vezes podemos ver melhorias drásticas em um curto espaço de tempo se adotarmos uma abordagem seqüencial de nossa prática.

Gostaria de compartilhar com você uma abordagem de 6 dias para melhorar drasticamente suas habilidades de desenho. Obviamente, não espere se tornar um especialista em menos de uma semana, mas você deve notar uma clara melhora em seus desenhos após esse período. 

Dedique uma ou duas horas por dia para aproveitar ao máximo essa experiência. Lembre-se de que estes são exercícios a serem praticados – assim como problemas de matemática, mas muito mais divertidos e interessantes!

Eu sugiro que, antes de iniciar essa experiência, crie um desenho a partir da observação de um objeto. Pode ser qualquer coisa que você goste. Apenas certifique-se de que não seja muito simples ou muito complexo. Faça o seu melhor e depois guarde-o. Não dê uma espiada até concluir os exercícios a seguir.

Como melhorar seu desenho em 6 dias

Primeiro dia – A mentalidade

Embora a criação de marcas seja certamente importante e nossas mãos também, não é onde a mágica acontece. Desenho é sobre o que acontece entre seus ouvidos. 

É tudo sobre como sua mente processa o mundo ao seu redor e como você comunica sua compreensão sobre uma superfície plana. Portanto, só faz sentido começarmos treinando nossa mente para entender o mundo como nossos olhos realmente o vêem.

Se você já fez parte de uma aula de arte organizada, tenho certeza de que ouviu o professor dizer “desenhe o que vê”. Parece bastante simples (supondo que você saiba o que procurar). Mas se você não entende o que está vendo, como pode desenhá-lo?

O que acontece é que nosso cérebro esquerdo nos diz qual é o objeto que estamos observando. Tentamos lembrar um método para desenhar esse objeto específico e, geralmente, criamos um desenho que se assemelha um pouco ao objeto, mas também não se parece em nada com ele. 

Ficamos sem entender por que nosso desenho não se parece com o objeto. Podemos até dizer coisas como “Não consigo desenhar” ou “Gostaria de saber como desenhar”.

Como melhorar seu desenho em 6 dias

O problema aqui é que nosso cérebro esquerdo está atrapalhando. Não me interpretem mal, nossos cérebros esquerdos são ótimos (não podemos fazer contas sem eles), mas precisamos aprender a interceptar as informações que vêm de nossos olhos antes que elas cheguem a nossos cérebros esquerdos, para que possamos entender verdadeiramente o que estão vendo.

Vemos o mundo como uma coleção de linhas abstratas, formas, cores, formas, valores e texturas. 

Nosso cérebro processa essa informação e faz sentido de tudo. Quando criamos um desenho, usamos essas coisas para criar uma ilusão. Organizamos linhas, formas, cores, formas, valores e texturas em uma superfície plana. Se os organizarmos como nossos olhos os vêem, e não como nossos cérebros os entendem, teremos sucesso. É isso que significa “desenhar o que você vê”.

como desenhar bem

Então, precisamos começar no primeiro dia treinando nossas mentes para ver neste formato abstrato. Para fazer isso, precisamos causar um curto-circuito no cérebro esquerdo e não dar a eles nenhum motivo para nos desviar.

Talvez você já tenha ouvido falar do fantástico livro “Desenhando com o lado direito do cérebro”. Eu amo o título porque tem um duplo significado. 

Nós desenhamos efetivamente usando nosso cérebro direito, mas também é o “cérebro” correto a ser usado. Está listado entre os que considero os melhores livros para aprender a desenhar . 

Um exercício popular de desenho deste livro é desenhar uma imagem de cabeça para baixo. Quando fazemos isso, fazemos um curto-circuito no cérebro esquerdo. 

Como a imagem está de cabeça para baixo, é mais difícil entender o assunto. Portanto, estamos focados nas linhas abstratas, formas etc. que observamos. O resultado é que você terá mais sucesso copiando o que realmente observa com os olhos na superfície do desenho.

Segue abaixo uma planilha com alguns exercícios projetados para ajudar a treinar seu cérebro a reconhecer linhas e formas sem a distração do cérebro esquerdo. 

Por serem composições abstratas, sua mente não tentará compreendê-las e, em vez disso, você será forçado a “copiar” as linhas que são realmente observadas.

O primeiro exercício foi projetado para colocá-lo no modo de “ver”. Para o exercício 1, basta observar a primeira caixa e encontrar a caixa na linha correspondente. Nenhum desenho realista está envolvido aqui. Este exercício levará apenas alguns minutos para ser concluído e sua mente pensará visualmente.

Como melhorar seu desenho

O segundo exercício também é direto e toma emprestado idéias do exercício que discutimos em “Desenhando com o lado direito do cérebro”. Neste exercício, simplesmente observe as linhas e formas abstratas na caixa em negrito e copie o que vê na caixa ao lado. 

Como as linhas são abstratas e não existe um assunto reconhecível da realidade, você é forçado a desenhar exatamente o que vê.

Como desenhar melhor

Como a “mágica” do desenho acontece principalmente em seu cérebro e não no papel, podemos praticar o desenho sem deixar marcas. Sim, você leu corretamente. Afinal, estamos treinando nossos cérebros aqui.

Seu terceiro exercício para o primeiro dia é simplesmente olhar para o mundo ao seu redor e observar as linhas que você vê. Imagine desenhar os objetos ao seu redor. 

Compare tamanhos e formas, observe onde as linhas começam e outras terminam. Você pode até levantar o dedo indicador e traçar o que vê. Imagine desenhar o que vê, mas deixe a atividade acontecer em sua mente.

Passe algum bom tempo com isso, talvez 20 minutos ou mais. Você pode se sentir bobo no começo, mas desenhar é ver. E se não gastamos tempo treinando nossas mentes para ver, não podemos esperar notar nenhuma melhora em nossas habilidades de desenho.

Estas foram as orientações para o primeiro dia. Fique ligado aqui no site, que postaremos as demais dicas na sequência!!! =D

E se você quer aprender a desenhar do absoluto zero, sem enrolação, acesse o link abaixo:

Curso Básico de Desenho para Iniciantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *