Guache Escolar Giotto | Resenha

Olá, pessoal! José Mianutti aqui novamente para mais uma resenha de guaches! Hoje vamos falar um pouquinho à respeito do Guache Escolar Giotto!

Eu já fiz uma resenha aqui sobre a Aquarela Giotto, que é um material bem competente em relação ao que se propõe. Mas será que o Guache Giotto se sairá tão bem quanto? É o que veremos agora!

Eu adquiri um set de 6 cores que vem nesta caixinha. As tintas são acondicionadas em potes plásticos, de 15ml, e não são lacradas – o que facilita na primeira abertura.

As cores que compõem este set são: branco, amarelo, vermelho, azul, verde e preto – cores padrão em conjuntos desta quantidade.

guache giotto resenha
Set de 6 cores dos guaches Giotto

Tabela de cores

As cores vem bem diluídas, então sugiro deixar os potes abertos por alguns dias até a tinta se solidificar mais: Isso aumenta o poder de cobertura das tintas. Mas eu irei utilizá-las da forma como estão…

Bom, apesar de na embalagem constar “máximo poder de cobertura”, não é isso o que vemos na prática… As tintas possuem um poder de cobertura bem fraco. Talvez esperando as tintas se solidificarem mais, isto mude – ou não – pois as cores possuem bastante excesso de aglutinante: dá para notar isto ao diluí-las, além de formarem pequenos grumos que demoram para se homogeneizar.

Contudo, vamos lembrar de que estamos falando sobre um conjunto de tintas que custa pouco mais de R$ 5,00 e que possuem como público-alvo as crianças…

guache giotto
Tabela de cores com os guaches Giotto

Teste prático com o Guache Giotto

Vamos agora ao teste prático, para ver como os guaches Giotto se saem numa pintura definitiva. Eu vou fazer esta pintura sobre o papel Eucalipto da Start Watercolor – que já fiz a resenha aqui no blog, então, caso você ainda não tenha visto, é só clicar aqui e conferir!

Como notei o baixo poder de cobertura desses guaches, resolvi fazer um trabalho com a tinta mais diluída. Vamos ver, então, como fica?

guache giotto é bom
Resultado do teste com os guaches Giotto

E aí está o resultado do teste com os Guaches da Giotto! Que tal?

Olha, este foi um trabalho bem complicado de se fazer. Talvez se eu houvesse trabalhado com um motivo mais simples, o resultado sairia melhor. A maior dificuldade, neste caso, foi acertar os contrastes. Como as cores são muito fracas e pouco vibrantes, tive que abusar um pouco da cor preta.

De qualquer modo, acho que este guache se sai melhor mesmo ao trabalhar com ele mais diluído, buscando uma proximidade com a aquarela…

Se eu tivesse escolhido um papel menos absorvente – como o Acryl ou o Figueras – e buscado trabalhar com as tintas sem diluição, o resultado seria um desastre!

Então, caso você escolha este guache, sugiro trabalhar com ele desta forma. Porém, isto limita as possibilidades que o guache oferece em termos de técnica. Portanto, vale muito mais a pena investir em guaches de melhor qualidade – como o Pentel – se você quer realmente aprender a pintar com guache e extrair tudo o que esta tinta pode oferecer. Neste caso, é melhor deixar os guaches Giotto para as crianças…

Bom, pessoal, estes foram os meus apontamentos em relação a este material! Espero que tenham gostado de mais esta resenha! Eu vou ficando por aqui! Um grande abraço a todos, tudo de melhor sempre e até a próxima!

NOVO CURSO: DESCOBRINDO A PINTURA

CURSO DE AQUARELA PARA CRIANÇAS

Assista a resenha completa dos guaches Giotto no meu canal do YouTube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *