5 motivos para incentivar seus filhos a desenhar

Tempo de leitura: 5 minutos

como desenhar

Por que o desenho é importante para o desenvolvimento das crianças?
As crianças desenham para expressar o que estão sentindo e pensando.

A primeira forma de comunicação visual do ser humano foi o desenho, não a escrita.

O desenho é um meio de comunicação especialmente importante para crianças que ainda não têm as habilidades verbais para comunicar seus sentimentos.

Quando uma criança desenha algo familiar para ela, por exemplo, um gato, eles têm a oportunidade de pensar sobre o que sabem e como se sentem em relação a esse animal.

Eles também usam a memória para relembrar o que sabem sobre gatos, ampliando suas habilidades de concentração e processamento de pensamentos.

O desenho também ajuda a desenvolver habilidades manipulativas que ajudarão as crianças a escrever. Essas destrezas e habilidades motoras também são aplicadas em outras centenas de atividades em que se utilizam as mãos.

5 razões que mostram a importância do desenho no desenvolvimento de seus filhos

1. As etapas do desenvolvimento artístico refletem os estágios do desenvolvimento infantil

A arte de cada criança é única e segue um padrão universal de desenvolvimento.

Todas as crianças passam pelos mesmos estágios, mas a idade em que isso acontece varia. O primeiro estágio é o de “experimentar”, onde as crianças aprendem a fazer marcas no papel. O objetivo aqui é ver o que eles podem fazer através da prática e da repetição.

Quando as crianças ganham maior controle de seus lápis, é provável que você veja padrões circulares no papel. Como as crianças são capazes de criar círculos e linhas consistentemente, você pode ver círculos com linhas irradiando a partir deles.

O próximo estágio é onde esses círculos e linhas começam a se transformar em imagens mais reconhecíveis, como pessoas, pois as crianças são capazes de representar o que estão pensando. Com a prática continuada, detalhes mais nítidos começam a aparecer, como pessoas com dedos e sobrancelhas.

curso de desenho

2. Livros para colorir podem dificultar o desenvolvimento

Algumas pesquisas indicaram que colorir imagens prontas pode restringir a criatividade de algumas crianças e sua independência de expressão. As crianças podem usar os desenhos desses livros como um modelo de como um objeto deve ser.

Se um cavalo, por exemplo, aparece de uma certa forma nas imagens desses livros, as crianças podem acreditar que o seu cavalo deve ser feito da mesma forma. Elas também podem se sentir limitadas, por não poderem colorir fora das linhas fornecidas.

Isso pode restringir sua capacidade de desenhar com sentimento e emoção e representar objetos como eles os vêem, e não como as linhas os retratam. Arte é sobre descoberta, usando imaginação, experimentando e descobrindo novos métodos e expressões.

Como você conhece melhor seu filho, seu temperamento e capacidade, assim saberá se colorir livros é uma ferramenta útil ou não.

3. Desenvolvendo independência artística

Quando eu era criança, queria desenhar igual ao Daniel Azulay. Mas, por mais que tentasse, obviamente não alcançava o mesmo resultado. A ideia de que a perfeição virá com o tempo e a prática não me ocorreu até muito mais tarde.

Seus filhos podem pensar o mesmo sobre o desenho que você faz para eles.

Quantas vezes, a convite do seu filho, você desenhou uma casa estilizada, sol e árvores? Que tipo de mensagem isso traz? Assim como as imagens dos livros para colorir, isso pode limitar a capacidade criativa de seu filho, já que suas obras determinam como devem ser os objetos, como a casa, o sol e a árvore.

Uma criança que está confiante em seu próprio trabalho raramente pedirá que você desenhe para eles.

curso de mangá

4. Desenvolvendo conversas sobre arte

Em torno dos 3 anos e meio de idade, as crianças podem começar a planejar o que irão desenhar. No entanto, quando adultos, não sabemos quais são as intenções de nossos filhos. É uma boa ideia conversar sobre o que seu filho está desenhando porque demonstra interesse, mas é importante não rotular o desconhecido.

Uma declaração como “você pode me contar sobre o seu desenho?” é uma boa iniciativa que permite que seu filho conte sua história.

Exibir as obras de arte de seu filho na geladeira ou fazer uma moldura para um trabalho especial mostra a eles que o que fizeram é importante.

eu que desenhei

5. Novas experiências, novos horizontes

As crianças precisam de uma variedade de itens para desenhar e experimentar.

Estes podem ser canetas, giz pastel, giz de cera, tinta e pincéis. Itens como papel, papelão, caixas, concreto ou até mesmo a parede são bons lugares para se desenhar.

Comece a fazer experiências assim que seu filho mostrar interesse. Se você não quer que maravilhosas obras de arte sejam adicionadas às suas paredes, é melhor ter um local próprio para desenhar, como uma pequena mesa e cadeiras, e regras sobre o que se pode ou não se pode fazer.

Aconselho a utilizar papel sem linhas (pautas) para desenhar, assim as crianças não ficam confinadas quando experimentam fazer seus trabalhos.

Você pode incentivá-los a desenhar ao ar livre também, no quintal de casa, por exemplo. Outra ideia é pintar a calçada com uma mistura de água e algumas gotas de corante alimentício, que sai fácil com a chuva.

O objetivo de tudo isso é ajudar a expandir os horizontes de seus filhos. O desenho é muito mais do que lápis e papel. Mas se criarmos muitas regras sobre onde, como ou o que desenhar, poderemos limitar o pensamento criativo deles, antes mesmo de terem a chance de desenvolver essas importantes habilidades.

ACESSE OS MEUS CURSOS DE DESENHO E PINTURA NO MENU LATERAL DO SITE OU NO MENU SUPERIOR. TODOS OS CURSOS SÃO VOLTADOS AOS INICIANTES!!!

INSCREVA-SE NO MEU CANAL DO YOUTUBE: http://www.youtube.com/mianutti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *